A educomunicação e suas possibilidades criativas



Com a palestra "O professor midiático em tempos de pandemia: novos conteúdos e habilidades, desafios e possibilidades criativas "O professor midiático em tempos de pandemia: novos conteúdos e habilidades, desafios e possibilidades criativas", ministrada pela Dra. Dulce Márcia Cruz (UFSC) e com a mediação da Msc. Mariana Roncale Martins, segue a programação dos colóquios no dia 16/03, às 9h.

Você sabe qual a relação da mídia-educação com a educomunicação?


Existem diferentes correntes teóricas, que usam diferentes nomenclaturas, para tratar as relações entre educação e comunicação, com suas especificidades e conexões. Termos como media education, media literacy, educação para os meios, leitura crítica da mídia, mídia-educação, educomunicação, entre outros, surgem ao longo da história desde as primeiras políticas públicas de análise sistemática de filmes no âmbito da educação formal, propostas a partir dos anos 1930 na Inglaterra (Soares, 2013). Recentemente a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) adotou a expressão Alfabetização Midiática e Informacional (AMI) como tentativa de harmonizar as diferentes vertentes em uma plataforma convergente de utilização (Wilson, Grizzle, Tuazon, Akyempong, & Cheung, 2013).

Existem muitos pontos em comum que inspiram a apropriação das ideias de autores das diferentes linhas, entre elas, a educomunicação e a mídia-educação. A primeira foi definida a partir das práticas ibero-americanas de educadores e comunicadores populares, a segunda é derivada dos estudos europeus sobre a media education, ambas já foram utilizadas pela UNESCO para designar determinados parâmetros didáticos voltados à educação ante os efeitos da mídia. Cada uma possui seu percurso histórico e não são sinônimos, mas podem ser equivalentes em determinados aspectos. O importante é não haver purismo na escolha por uma ou outra, para, a partir das diversas influências das diferentes denominações, aprofundar a perspectiva teórica escolhida no âmbito de suas comunidades de pesquisa e prática. Um tema recente das pesquisas é a necessidade de competências comunicativas no ambiente virtual de aprendizagem, tema tratado no artigo A construção do professor midiático: o docente comunicador na educação a distância por videoconferência, de Dulce Márcia Cruz.

A palestra "O professor midiático em tempos de pandemia: novos conteúdos e habilidades, desafios e possibilidades criativas" vai nos inserir ainda mais no campo da educomunicação e mídia-educação, trazendo novos horizontes para as práticas educomunicativas.

Sobre a palestrante: Dra. Dulce Márcia Cruz


É Professora Associada na Universidade Federal de Santa Catarina no Departamento de Metodologia de Ensino (MEN), na Universidade Aberta do Brasil e no Programa de Pós-Graduação em Educação do Centro de Ciências da Educação (CED).

Líder do Grupo de Pesquisa EDUMÍDIA: Educação, Comunicação e Mídias no CNPq. Pesquisadora na área de Educação e Mídias, na interface entre a Comunicação, a Educação e a Linguagem: Letramentos, Games e educação. Atua na formação docente para as mídias digitais no ensino presencial e a distância; nas linguagens e narrativas na cultura digital; bem como nos processos, práticas de produção e análise dos gêneros digitais. Graduada em Comunicação Social (RTV) pela Fundação Armando Álvares Penteado (1980), mestre em Sociologia Política pela Universidade Federal de Santa Catarina (1994) e doutora em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001). Bolsista Fulbright/Capes durante o doutorado-sanduíche no Departamento de Radio/Television/Film - Universidade doTexas, EUA (1998). Bolsista da Bieschöfliche Aktion Adveniat na Universidade de Navarra, Espanha (1982) e da JICA, na NHK TV, Japão (1984). Tem experiência profissional em TV como produtora, diretora, roteirista e editora de telejornais na TV Cultura de São Paulo e RBSTV.


Lembramos que os eventos têm como tema central “Educomunicação em tempos de pandemia: práticas e desafios”. Clique aqui e confira toda programação.

Assessoria de Comunicação: Olga Oliveira (004257)

Fone: (48) 99616-7745

E-mail: coloquioeducomfloripa@gmail.com



85 visualizações