Ampliando as relações através da educomunicação


A conferência de encerramento dos colóquios será no dia 19/03, às 19h e tem como tema “Práticas Pedagógicas Educomunicativas e isolamento social: perspectivas para ecossistemas educomunicativos” com a Dra. Ademilde Sartori (Educom Floripa/UDESC), com a mediação da Dra. Vanice dos Santos (UFPB).


A Dra. Ademilde Sartori integra o grupo de pesquisa Educação, Comunicação e Tecnologia - Educom Floripa. Encontramos no ebook Percursos das ações extensionistas da FAED/UDESC, 2018-2019 o artigo A educomunicação na promoção da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão na FAED/UDESC, que apresenta o histórico de realização dos Colóquios de Educomunicação em Santa Catarina e conta a história do grupo de pesquisa Educom Floripa (CNPq/UDESC). O grupo é vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado de Santa Catarina (PPGE/UDESC), que é referência nacional em pesquisas no campo da Educomunicação. Vale acessar e saber mais sobre esta trajetória.


Nos Colóquios 2021, como podem perceber, vamos ter muita conversa boa sobre educomunicação e sua aplicação nas mais diversas áreas. Convidamos você para acessar o site e fazer sua inscrição!


Saiba mais sobre Educomunicação:


Você sabe como surgiu a Educomunicação no Brasil?


No Brasil o conceito ganhou força a partir de estudos sobre as relações entre as áreas da Educação e Comunicação realizados na Universidade de São Paulo (USP). A partir da criação, em 1996, do Núcleo de Comunicação e Educação (NCE) da USP foi realizada uma pesquisa de dois anos, finalizada em 1999 e coordenada pelo Profº Dr. Ismar de Oliveira Soares, que identificou as características comuns das práticas de educadores e comunicadores populares da América Latina. Como resultado a pesquisa identificou o processo de consolidação de um novo campo autônomo, com foco na intervenção social no espaço de inter-relação entre a Educação e a Comunicação, que foi batizado de Educomunicação. A partir desta data até hoje, já são mais de 380 teses e dissertações sobre este tema, envolvendo 105 centros de pós-graduação, só no Brasil. Segundo Soares (2103, p.169):


"Compreende-se a educomunicação como um paradigma na interface comunicação/educação que busca orientar e dar sustentação ao conjunto das ações inerentes ao planejamento, implementação e avaliação de processos, assim como programas e produtos de comunicação destinados a: i) debater as condições de relacionamento dos sujeitos sociais com o sistema midiático, no contexto da sociedade da informação, promovendo critérios de análise dos sistemas de meios de informação, assim como metodologias de utilização dos recursos tecnológicos em função da prática da educação para a cidadania; ii) promover e fortalecer ecossistemas comunicativos de convivência – abertos e participativos – nos espaços educativos garantidos pela gestão democrática dos processos de comunicação; e iii) ampliar o potencial comunicativo dos indivíduos e grupos humanos."


O vídeo abaixo, produzido por estudantes do curso de Licenciatura em Educomunicação, apresenta de modo lúdico, os primórdios da Educomunicação, com participação especial do Dr. Ismar de Oliveira Soares.


Sinopse: uma história de amor, da relação entre a Comunicação e a Educação, surge após ambos se conhecerem em uma ONG e enfrentarem dificuldades para ensinar alunos da instituição. Ao reconhecerem que cada um pode se ajudar naquilo que sabe fazer de melhor, surge o relacionamento duradouro que gerou frutos. Assim nasce a Educomunicação.

Sinopse escrita por Delcimar Ferreira.

Produzido pela Primeira turma de Pós Graduação em Educomunicação da ECA/USP


Assessoria de Comunicação: Olga Oliveira (004257)

Fone: (48) 99616-7745

E-mail: coloquioeducomfloripa@gmail.com

16 visualizações